Depois de 600 mil ficarem sem luz no RS, vereadores de Porto Alegre instalam CPI para investigar CEEE Equatorial

  • 22/02/2024
(Foto: Reprodução)
Durante o temporal que atingiu o estado em janeiro, fornecimento de energia elétrica foi interrompido em cidades do estado. Legislativo deve investigar temas como contas abusivas, falta de manutenção e de pessoal. Temporal provocou queda de postes de energia Reprodução/RBS TV Foi instalada na Câmara de Vereadores de Porto Alegre nesta quinta-feira (22) a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que vai investigar a atuação da empresa de energia elétrica CEEE Equatorial. 📲 Acesse o canal do g1 RS no WhatsApp Durante o temporal que atingiu o Rio Grande do Sul em janeiro, mais de 600 mil clientes da concessionária chegaram a ficar sem luz – no total, mais de um milhão de gaúchos ficaram sem energia. Em nota, a CEEE Equatorial afirma que "compreende o papel dos representantes dos cidadãos porto-alegrenses na atenção aos serviços prestados e segue à disposição das autoridades públicas para prestar os esclarecimentos necessários". Leia a nota completa abaixo. Segundo o requerimento que deu origem à CPI, devem ser investigados a estrutura do sistema elétrico, a manutenção da rede, a real composição do quatro de funcionários, a pronta resposta aos clientes sem luz após eventos clímáticos, o manejo arbóreo e denúncias de cobranças irregulares. A CPI tem prazo de 120 dias, prorrogáveis por mais 60, para concluir os trabalhos. Entre os vereadores, no entanto, há dúvida sobre a autoridade da Câmara de Veradores para investigar uma concessão estadual, como a da CEEE. "Se for feita a solicitação para comparecer o presidente da companhia, a CPI de Porto Alegre não tem poder para obrigar ele a vir. Somente a Assembleia Legislativa tem poder para fazer essa solicitação", avalia o vereador Jessé Sangalli (Cidadania). Uma comissão também foi proposta na AL, mas ainda faltam assinaturas. Veja reportagem sobre as negociações para a CPI Câmara vai instalar CPI para investigar os serviços de concessionária de energia elétrica Falta de luz O temporal que atingiu o Rio Grande do Sul em janeiro provocou estragos, bloqueou vias, causou morte e interrompeu o fornecimento de serviços essenciais. De acordo com balanços divulgados pelas concessionárias no dia seguinte à chuva, mais de 1,1 milhão de clientes do estado chegaram a ficar sem luz. Pelo menos 600 mil eram de responsabilidade da CEEE Equatorial, enquanto o restante é composto por clientes da RGE. Em Porto Alegre, o Departamento Municipal de Água e Esgotos (DMAE) informou que cinco estações de tratamento de água e 12 casas de bombas ficaram comprometidas, deixando parte da população sem água. Temporal alagou diversos pontos da Capital RBS TV/Reprodução Nota da CEEE Equatorial "A CEEE Equatorial compreende o papel dos representantes dos cidadãos porto-alegrenses na atenção aos serviços prestados e segue à disposição das autoridades públicas para prestar os esclarecimentos necessários, com o fim de demonstrar os avanços realizados através de vultosos investimentos e melhorias de processos, que permitiram a melhoria em diversos indicadores de qualidade da distribuidora de energia, desde que ela foi delegada ao Grupo Equatorial, em meados do ano de 2021." VÍDEOS: Tudo sobre o RS

FONTE: https://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2024/02/22/depois-de-600-mil-ficarem-sem-luz-no-rs-vereadores-de-porto-alegre-instalam-cpi-para-investigar-ceee-equatorial.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Top 5

top1
1. Canudinho

Gusttavo Lina, Ana Castela

top2
2. Barulho do Foguete

Zé Neto e Cristiano

top3
3. Solteiro Forçado

Ana Castela

top4
4. Leão

Marilia Mendonça

top5
5. Mala dos Porta-mala

Gusttavo Lima

Anunciantes